Início História da Igreja Ignácio e os judaizantes

Ignácio e os judaizantes

282
0
COMPARTILHAR

É absurdo falar de Jesus Cristo e, ao mesmo tempo, judaizar. Não foi o cristianismo que acreditou no judaísmo, e sim o judaísmo no cristianismo, pois e nele se reuniu toda língua que acredita em Deus.”
Inácio aos Magnésios cap. 10, vs. 3.

Ignácio, líder da Igreja em Antioquia (entre a década de 60 do século I até a primeira década do século II) enfrentou grandes dificuldades para manter a unidade eclesiológica e doutrinária das comunidades siríacas.

Um dos grandes problemas que enfrentou foi o confronto com grupos que insistiam ao retorno de práticas judaicas (como a guarda do sábado) e a um rebaixamento de Cristo como um ser-humano ungido, consagrado filho de Deus, e não Deus (como nos grupos ebionitas e adocionistas).

Na carta escrita aos Magnésios podemos ver sua tentativa de firmar doutrinariamente aquela igreja, assim como desfrutar de suas teses apologéticas que ajudaram a fundar a dogmática cristológica até nossos dias.

Prof. Lucas Gesta – Filigranas de História da Igreja

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here