Início História da Igreja O Pastor e o Estudo – Gregório Magno (parte 1)

O Pastor e o Estudo – Gregório Magno (parte 1)

1
0
COMPARTILHAR

Não ouse assumir a responsabilidade do magistério quem não estiver preparado!

Ninguém pode presumir de ensinar uma arte senão depois de tê-la apreendido por meio de um estudo atento e meditado.

Visto que o governo das almas é a arte das artes, quão grande é a temeridade dos que assumem o magistério pastoral sem ser para isso preparados!

Todavia acontece frequentemente que alguns, não conhecendo os ensinamentos do Espírito, não temem de professar-se médicos da alma, enquanto quem ignora as virtudes terapêuticas dos remédios se envergonharia de se apresentar como médico do corpo.

Mas, pois que, por vontade de Deus, agora os grandes deste mundo se inclinam com reverência diante da religião, não são poucos aqueles que, dentro da Igreja, aspiram à glória das honrarias com o pretexto do ministério pastoral.

Aspiram ser considerados mestres, anelam sobressair sobre os outros e – como afirma a Verdade – buscam os primeiros lugares nas assembleias (Mt, 23,6-7).

À medida que estes chegarem,somente por orgulho, ao magistério da humildade, nessa mesma medida serão incapazes de desempenhar indignamente o ministério da cura pastoral que desejam assumir.

Contra estes, o Senhor se lamenta, dizendo por meio do profeta: Eles reinaram, mas eu não os havia encarregado, se elevaram como príncipes, mas eu os ignorei (Os. 8.4)

Continua…

(São Gregório Magno. Regra Pastoral. Capítulo. In: Coleção Patrística. n. 28.São Paulo: Paulus, 2010. p.35)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here